Selo de inspeção de alimentos de origem animal (SIF): por que é importante?

Se você é um consumidor atento, certamente já deve ter reparado como muitos dos produtos nos supermercados veem com um selo SIF. Mas você sabe o que é e para que serve? Qual a importância dele? Será que existem outros selos de inspeção aos quais nós também deveríamos ficar atentos?

Leia o artigo a seguir e aprenda tudo sobre os selos de inspeção sanitária vigentes no Brasil e por que eles são importantes para os produtores, os consumidores e a sociedade como um todo. Confira!

O que são os selos de inspeção?

A fim de garantir a segurança e a procedência dos produtos de origem animal (sejam eles comestíveis ou não), o governo, em diferentes instâncias, confere aos produtores que atendem os critérios exigidos pela legislação os selos de homologação de qualidade. São eles o SIM (Selo de Inspeção Municipal), o SIE (Selo de Inspeção Estadual) e o SIF (Selo de Inspeção Federal).

Como os nomes já deixam bastante claro, cada um deles confere ao produtor a permissão para comercializar o produto nas esferas municipal, estadual e federal. A concessão de cada um deles está vinculada ao respectivo órgão do Poder Executivo, sejam as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Rural, as Secretarias Estaduais de Agricultura ou, no caso do selo federal, o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA).

Além de outorgar a comercialização de produtos a nível nacional, o SIF também é exigido nos casos de importação ou exportação de produtos de origem animal.

Qual a importância do SIF?

Agora que nós já entendemos quais são os principais selos de inspeção vigentes no Brasil e qual a esfera de atuação de cada um deles, fica ainda uma pergunta: afinal, qual a importância desses selos? Por que eu, enquanto consumidor, deveria estar atento à presença ou ausência deles?

Existem diversos motivos pelos quais os selos de inspeção são importantes. Abaixo, você pode conferir alguns deles.

Garantia de padrão

Para os produtos continuarem a receber o selo de inspeção, as empresas devem sempre manter rigorosos padrões de qualidade. Eles são determinados pelo governo, com base em pesquisas e diretrizes de saúde, as quais são atualizadas constantemente.

Assim, ao comprar um produto com o SIF, você garante a aquisição de um produto com padrão constante, que não vai oscilar bruscamente de um lote para outro.

Manutenção da qualidade

Como vimos, os padrões para concessão do SIF são determinados pelo governo com base em pesquisas e diretrizes de segurança alimentar. Dessa forma, o consumidor saberá que o produto com SIF sempre terá qualidade superior a outros equivalentes que não passaram por essa inspeção.

Segurança alimentar

Existem inúmeras doenças cuja transmissão se dá por meio de alimentos de origem animal, e muitas delas são fatais. Ao obter o SIF, o produtor não apenas ganha o direito de comercializar o produto em todo o território nacional, como também mostra que se preocupa com a saúde do consumidor e faz esforços para adequar a produção aos rigorosos padrões federais.

Prontidão para consumo

Outra vantagem do selo de inspeção é indicar para o consumidor de forma clara que aquele item está pronto para consumo. Ou seja, ao adquirir um produto com SIF, SIM ou SIE, você sabe que não precisará se preocupar com processos de pasteurização ou outros semelhantes para tornar o produto próprio para uso.

Como conseguir o SIF?

O pedido de obtenção do SIF deve ser feito diretamente ao Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento. No site do órgão, é possível ver em detalhes todas as exigências requeridas a cada tipo de produção, bem como quais os produtores podem ou não receber o selo.

E você, já conhecia a importância dos selos de inspeção de qualidade? Com eles, sua empresa ganha credibilidade e pode expandir ainda mais a linha de atuação.

Se você se interessa pela indústria de alimentos, confira também nosso material sobre como abrir uma casa de carnes!