Category: Fabricação de Linguiça

Descubra agora onde encontrar fornecedores para a sua charcutaria

Seja em uma produção de maior escala ou apenas artesanal, trabalhar com charcutaria é tão instigante quanto uma grande responsabilidade. Se você já está nesse ramo, não precisamos dizer quais são os encantos dessa arte: a possibilidade da mistura de sabores, as descobertas em cada novo procedimento e no resultado, além da gratificação de ver os seus clientes satisfeitos são alguns deles.

Entre os desafios, podemos citar onde encontrar fornecedores como um dos principais. Afinal, esse é um produto que depende de cada ingrediente para a qualidade como um todo — desde os temperos até as tripas, além do maquinário, que pode fazer a diferença tanto no visual quanto no paladar.

Por isso, é fundamental fazer negócio apenas com os melhores fornecedores: lembre-se de que, tratando-se de alimentos, todo cuidado é pouco. Como, então, encontrar os parceiros certos? Descubra agora mesmo!

Estude o mercado

Assim como é preciso conhecer o seu público-alvo e vários outros fatores determinantes antes de iniciar o seu negócio, é necessário realizar um estudo minucioso do seu mercado a fim de descobrir quais fornecedores poderão ser os seus melhores parceiros.

Além do preço (que não deve ser o único determinante), certifique-se de que vai encontrar tudo o que precisa com a quantidade suficiente para a sua produção e se você será atendido com a agilidade que o negócio demanda.

Participe de feiras

Uma boa maneira de conhecer esse mercado e fazer bons contatos é marcando presença nas feiras e demais eventos do setor. Esses encontros são excelentes oportunidades de conhecer fornecedores que você nem imaginava existir. E mais: sempre é possível descobrir um ingrediente ou uma técnica inovadora que podem transformar a sua charcutaria — ou, ainda, acrescentar um diferencial incrível à sua produção.

Procure opções na sua cidade

Outro benefício é descobrir fornecedores bem perto de você, dentro da sua própria cidade. Esse contato mais próximo pode garantir bons benefícios como produtos mais frescos e em primeira mão, entrega imediata, melhores condições de pagamento e, claro, aquelas vantagens que apenas os comerciantes mais amigos podem oferecer.

Pesquise on-line

Como vimos, buscar opções de parcerias na sua cidade é indispensável, mas, hoje em dia, não há como negar que a internet encurtou as distâncias. Ou seja, vale muito a pena buscar o que você precisa no universo digital.

Dessa forma, você tem a possibilidade de encomendar de locais distantes (como o Nordeste ou, quem sabe, outro país) ingredientes difíceis de encontrar na sua região e que tornarão a sua produção única, como uma pimenta ou um tempero diferenciado.

Além disso, os grandes fornecedores on-line, geralmente, têm uma gama bastante diversificada de produtos e uma estrutura mais eficiente — tanto para efetuar entregas rápidas quanto para garantir melhores condições de pagamento. Algumas dicas para encontrar os melhores fornecedores na internet são:

  • fuja de sites duvidosos e busque o histórico da empresa, assim como endereço e formas de contato;
  • na dúvida, entre em contato por telefone antes de efetuar a compra;
  • peça indicações;
  • procure selos de segurança, tanto da qualidade dos produtos (selos de Inspeção Federal) quanto da segurança do site.

Saber onde encontrar fornecedores pode fazer a diferença na sua charcutaria. Afinal, por meio das melhores parcerias, será possível conseguir produtos de qualidade, itens diferenciados e bons preços e condições de pagamentos — que poderão ser repassados por meio de custo menor para o seu consumidor. Por isso, fique atento e avalie todas as opções.

Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais e ajude outros empreendedores a elevarem a qualidade do nosso mercado!

Tripa natural para linguiça: conheça as principais

Quem vende embutidos precisa trabalhar com produtos que ajudem a aumentar a qualidade dos alimentos. É o caso da tripa natural para linguiça, que faz o sabor penetrar mais rapidamente na massa se comparada às versões sintéticas, como as de colágeno ou plástico. Esse detalhe também facilita a “respiração” do recheio durante os processos de defumação, o que torna o preparo mais eficiente e com um sabor inigualável.

Apesar de todos esses diferenciais, tem gente que desconhece as tripas naturais mais utilizadas do momento e as suas principais indicações. Se você faz parte desse time, venha conosco e tire suas dúvidas para encontrar o melhor produto do mercado!

Os principais tipos de tripa natural para linguiça

As tripas naturais são produzidas a partir do intestino do animal. E não se preocupe: elas são higienizadas e toda a gordura é removida ao longo das etapas de produção. Elas também não apresentam aditivos químicos em suas composições (somente água e sal), o que deixa o produto mais saudável e com um sabor bastante apurado.

Mas afinal, quais os tipos de tripa natural para linguiça mais utilizados da atualidade? É o que mostramos a seguir.

Tripa suína

A tripa suína tem um calibre de tamanho mediano e, geralmente, é indicada para a produção de linguiças toscana ou mista. Já a metragem do maço pode variar de 45 m a 90 m, com a capacidade de abrigar até 65 kg de massa.

Tripa ovina

Por ter um calibre mais fino (entre 18 mm e 26 mm), a tripa ovina é uma excelente opção para quem deseja produzir linguiças de frango ou porco. Ao usá-la, é possível armazenar em torno de 25 kg de recheio, totalizando 90 m no maço.

Tripa bovina

As tripas bovinas são as que apresentam o calibre mais grosso, podendo chegar a 55 mm. Por esse detalhe, elas costumam ser usadas na produção de linguiça calabresa e até de algumas versões de salames. Além disso, vale ressaltar suas subcategorias:

  • tripa torta — calabresa, linguiças para fritar, salsichão lionês, chouriços ou salamitos;
  • tripa de fundos — salames caseiros, mortadelas, copa, linguiça de sangue;
  • tripa de bexiga — galantinas, mortadelas.

As vantagens de utilizar esse produto

A primeira vantagem de utilizar tripa natural para linguiça está na sua grande capacidade de “respiração” interna, permitindo que os processos de cocção e defumação deixem o alimento mais suculento e saboroso.

Outro ponto positivo é que a aparência do produto costuma ser mais atrativa, já que a tripa proporciona um aspecto macio e curvatura harmônica, principalmente, nas extremidades da peça. Juntos, esses elementos fazem com que a linguiça tenha uma textura ímpar e bem mais agradável na mordida.

Abaixo, listamos mais benefícios das tripas naturais:

  • facilitam a moldagem — permitem que a estrutura seja mais reta ou curva;
  • são mais elásticas — dão mais mobilidade do começo ao fim do preparo;
  • são mais permeáveis — facilitam a troca de oxigenação e de vapor com o meio ambiente;
  • são mais resistentes ao calor;
  • não interferem no sabor do recheio.

Viu só? Investir na tripa natural para linguiça é uma decisão que pode trazer inúmeros resultados positivos para a fabricação do seu produto. Quem experimenta uma vez, não quer saber de outra opção!

Portanto, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer os diferenciais que só a Zafe pode proporcionar. Será um prazer atender você!

Descubra como escolher a máquina de encher linguiça ideal

Quem escolhe trabalhar com a produção de linguiças artesanais precisa pensar, entre outros pontos, na estrutura de sua empresa, desde o método de trabalho até os equipamentos que serão essenciais para otimizar o serviço. E entre o maquinário, um dos mais importantes é a máquina de encher linguiça.

Afinal, esse item é responsável por grande parte da qualidade do seu produto e também pelo aproveitamento do tempo do seu negócio. Uma máquina que não funciona corretamente pode fazer com que você perca matéria-prima ou dispense muito tempo tentando manuseá-la.

Então, como escolher a máquina de encher linguiça ideal para o seu negócio? Nós damos as dicas, confira!

Verifique as especificações da máquina de encher linguiça

Existem máquinas para pequenas e grandes produções, de uso manual, ou não, produzidas de diversos materiais e com dimensões variadas — entre tantos outros aspectos que as diferem umas das outras.

Por isso, é indispensável conferir todos esses detalhes antes de escolher a máquina ideal para você. Confira o espaço que tem disponível para ela, qual a sua estimativa de produção e com que tipo de produto pretende trabalhar — por exemplo, existem canhões que permitem ensacar a massa resfriada.

Observe a capacidade do cilindro

Para deixar a sua produção eficiente, fique atento à capacidade do cilindro: quanto maior ela for, mais linguiças você poderá produzir sem ter que parar para reabastecer a máquina — e, com isso, se ganha tempo, afinal, o produtor já está, literalmente, com a mão na massa!

Confira o tamanho do tubo

Outra especificidade que deve ser observada é o tamanho do tubo. Peças maiores são ideais para açougues e produções em grande escala, enquanto os tubos menores atendem perfeitamente a um pequeno produtor de linguiças artesanais.

Fique atento, ainda, aos funis disponíveis na máquina de encher linguiça. Existem equipamentos que já vem com algumas opções diferentes — o que dá a possibilidade de produzir linguiças mais grossas e mais finas.

Considere a marca

Assim como os outros equipamentos de um negócio, a marca pode fazer a diferença na qualidade da sua nova máquina. Além do próprio rendimento da produção, uma boa máquina pode assegurar o ganho de tempo, a organização, a segurança de quem a manuseia, a higienização do equipamento (e, consequentemente, da linguiça que você produz — já que estamos falando de cozinha) e outros fatores fundamentais para o sucesso do seu negócio, como, até mesmo, a aparência das linguiças.

Mesmo as peças mais caseiras precisam ser bem-apresentadas para conquistarem o consumidor, não é mesmo?

Avalie o custo-benefício

Ok, você já está ciente de todos os detalhes que devem ser observados para comprar a sua máquina de linguiça e provavelmente tem alguns equipamentos em vista. Como decidir entre eles? Uma boa dica é avaliar o custo-benefício

Analise o seu método de trabalho e a sua demanda, e veja qual máquina atende as suas necessidades. Por não ser um equipamento de custo muito alto, você pode começar com um menor, se ele for adequado ao seu negócio agora. Também não adianta comprar uma máquina maior e não trabalhar com toda a sua capacidade.

Para ter certeza do melhor investimento, encontre um bom parceiro — que possua boas opções, experiência de mercado e que possa ajudar você na missão de encontrar a máquina de encher linguiça ideal.

A Zafe tem as melhores soluções em equipamentos e máquinas industriais e comerciais. Conheça agora mesmo o nosso trabalho!

Confira 5 tipos de linguiça que você pode produzir e vender!

Seja em uma refeição, na hora do lanche ou em um bom churrasco, a linguiça tem o seu lugar garantido no prato dos brasileiros. E não é para menos: é muito sabor e versatilidade em um único produto!

São diversos os tipos de linguiça disponíveis — que, além das carnes, variam bastante nos temperos. Se você já está no ramo da produção de linguiças artesanais, sabe quais são os preferidos da sua clientela. Mas lembre-se de que é sempre bom inovar e oferecer novas opções para expandir o seu negócio. Por isso, vamos listar 5 tipos de linguiça que você pode começar a produzir agora mesmo. Confira!

1. Mista

As linguiças puras são aquelas que levam apenas a carne de um animal em sua composição. Já as mistas são feitas a partir do blend de duas carnes, como gado e porco ou, ainda, porco e ave.

A vantagem da linguiça mista é que é possível obter uma boa medida de gordura de forma mais natural e um sabor diferenciado. Ou seja, a chance de a sua linguiça mista ser exclusiva é bastante grande, já que foi você quem fez a mistura.

2. Pernil

Tendo apenas a carne de pernil em sua composição, essa linguiça vai se diferenciar pela alta qualidade de seu ingrediente e sabor delicioso. Uma característica dessa carne é que ela não se desfaz no corte, fazendo com que seja perfeita para churrascos e aperitivos.

Outro ponto positivo desse ingrediente são as diferentes combinações de tempero, já que a carne de pernil vai bem com muitas opções — e por ser uma carne só fica mais fácil combinar.

3. Frango

De sabor mais leve, com uma textura diferenciada e bem menos gordurosa, a linguiça de frango agrada muitas pessoas que não gostam do sabor mais forte da linguiça de porco ou de gado. Suas possibilidades de combinações também são grandes e podemos citar entre as melhores as ervas e uma pimenta mais leve, como a biquinho.

4. Calabresa

Apesar de ter um processo um pouco mais trabalhoso (pois, geralmente, a linguiça calabresa precisa ser curada ou defumada), esse é um produto que vale a pena tanto pela experiência da produção como comercialmente, já que tem grande aceitação pelo consumidor.

Além disso, esse é um produto bastante versátil, muito procurado para pizzas, receitas variadas e tábuas de frios. Ou seja, o lucro é certo! Feita exclusivamente com carne suína, a linguiça calabresa leva a pimenta calabresa (obviamente) mais ou menos picante, ao gosto do freguês ou do produtor.

5. Toscana

A queridinha dos brasileiros não poderia ficar de fora de nossa lista! De cor rosada e em gomos redondinhos, a linguiça toscana vai bem nos preparos culinários e, claro, em churrascos. Em sua receita são utilizados, tradicionalmente, a carne suína, temperos e condimentos — além da pimenta, que pode estar presente ou não.

Esses são apenas alguns tipos de linguiça que podem estar presentes em seus produtos artesanais. Como dissemos, é válido perceber e investir no gosto da sua clientela, apostar em algumas opções clássicas (que agradam a todos), mas também tentar diferenciar o seu cardápio para atrair sempre mais clientes e ser reconhecido pela sua inovação!

Se você gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre linguiças, opções de preparo e equipamentos para produção, siga a Zafe nas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!

Descubra onde comprar tripa para linguiça!

Na produção de linguiças, sejam elas mais caseiras ou fabricadas em maior quantidade, a tripa é um dos ingredientes principais. Isso porque, apesar de muitas pessoas acharem que ela é apenas o invólucro do produto (que segura a carne, para a linguiça não desmanchar), também é responsável por grande parte da textura e do sabor do produto final.

Mas onde comprar tripas para linguiça? Primeiramente, é fundamental escolher um fornecedor de qualidade e confiança. Afinal, estamos falando da produção de alimentos — e, nesse ramo, todo cuidado com a saúde e a segurança das pessoas é pouco. Se o seu produto prejudicar um cliente, por exemplo, não adianta você culpar o fornecedor da tripa: é o seu negócio que vai estar arruinado.

Por isso, vamos mostrar agora como identificar fornecedores confiáveis para as suas compras de tripas de linguiça. Confira!

Conheça os diferentes tipos de tripa

Para saber o que exigir, é preciso conhecer aquilo que você está comprando. Afinal, como definir se uma tripa natural ou de colágeno, por exemplo, está em boas condições de uso se você não sabe reconhecer as suas características?

Vá atrás de todas as opções disponíveis do mercado, toque, prove, faça testes e defina a melhor tripa para o seu tipo de produto. Somente dessa maneira você poderá fazer as compras certas — e exigir do seu fornecedor qualidade, sempre.

Demande o Selo de Inspeção de Alimentos de Origem Animal

Além de resguardar a segurança dos produtos comercializados, os Selos de Inspeção de Alimentos de Origem Animal garantem o cumprimento das legislações e os regulamentos técnicos de identidade e de qualidade. Eles também evitam fraudes e a comercialização de itens clandestinos. Ou seja, são totalmente indispensáveis!

A legislação segue o Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA): um documento completo que dita as regras sanitárias desse mercado.

Ao adquirir as tripas para linguiça com esse selo, você está garantindo a compra de produtos seguros — visto que os itens de origem animal são bastante suscetíveis a contaminações e à proliferação de fungos e bactérias.

Considere a qualidade do atendimento

Uma boa forma de avaliar a qualidade de um produto é perceber como ele é ofertado. Você já reparou, por exemplo, que as grandes empresas de seus segmentos prezam pelo atendimento ao cliente — que, geralmente, é impecável?

Pois bem, independentemente de onde comprar tripas para linguiça, fique de olho a detalhes, como:

  • capacidade de atendimento;
  • conhecimento dos atendentes sobre aquilo que vendem;
  • organização do local;
  • logística de entrega;
  • higiene do espaço (caso a loja seja física);
  • possibilidade de visita e contato (caso a loja seja virtual).

Procure produtos on-line

Acabamos de citar a loja virtual e, sim, é perfeitamente possível fazer as suas compras de tripas de linguiça em um e-commerce. As grandes vantagens desse tipo de estabelecimento são a grande variedade, a comodidade e um atendimento mais especializado.

Um fornecedor confiável pode permitir que você produza as suas linguiças mesmo morando em uma cidade onde seja difícil encontrar insumos e equipamentos. Como dissemos, fique atento ao atendimento (por telefone ou chat), procure pelas marcas oferecidas no site (que podem ser um bom indicativo das parcerias que essa empresa é capaz de fazer) e veja se ela possui uma loja física, para trazer mais confiança.

Esses são alguns pontos que merecem a sua atenção ao decidir onde comprar tripas para linguiça. Lembre-se que a qualidade de seus fornecedores será diretamente refletida na qualidade do seu produto. Por isso, exija o melhor.

Quer saber mais sobre a segurança dos produtos de origem animal e a sua inspeção? Confira o nosso artigo sobre o SIF!

Como ganhar dinheiro em casa fabricando linguiça artesanal?

como-ganhar-dinheiro-fabricando-linguiça-em-casaNosso país não está vivendo a melhor fase econômica e provavelmente você tem ciência disso. Em tempos como, saber como ganhar dinheiro em casa representa mais do que a oportunidade de ter uma renda extra – pode ser a oportunidade de se criar um negócio para você e sua família.

Para os amantes de carne e pessoas com um certo cuidado na cozinha, a fabricação de linguiças artesanais pode ser um excelente opção para ganhar esse sonhado dinheiro.

Acontece, é claro, que não basta ter a ideia ou a vontade de iniciar essa produção de embutidos, é necessário saber como por em prática esse projeto.

Para te ajudar nessa tarefa, criamos esse post para tirar algumas de suas dúvidas e te instruir. Para verificar as dicas, continue lendo.

Por que trabalhar em casa?

Trabalhar em casa é uma ótima opção tanto para quem quer ganhar uma grana extra, como para quem quer tentar um negócio próprio. E requer o mesmo esforço de qualquer outro trabalho, porém com algumas vantagens se comparado ao modelo tradicional do mercado.

Além de permitir que o profissional mantenha uma relação mais presente com a família, com uma boa administração você pode ganhar até mais do que em um emprego com carteira assinada e ter mais qualidade de vida se escolher uma atividade que gosta.

Sem falar na economia de tempo e dinheiro, já que você não precisará enfrentar o trânsito todos os dias nem gastar com passagem e alimentação em restaurantes. O conforto de estar em sua casa também não tem preço.

Mas é claro que para isso, é necessário trabalhar sua mente para que, apesar de estar em casa, você consiga criar um rotina de trabalho. E a família precisa ajudar nisso também.

Mesmo que as pessoas que moram com você não trabalhem na fabricação de linguiças, elas precisam entender que enquanto você estiver trabalhando elas devem evitar chamá-lo por qualquer motivo.

Como ganhar dinheiro em casa fabricando linguiça artesanal?

Estude o mercado e entenda os nichos em alta

A questão não é apenas se sair bem na fabricação de linguiça, é indispensável estudar o mercado — sobretudo o mercado local — para que você saiba como se diferenciar e entender como trabalhar o preço de vendas do seu produto e locais onde vender.

Estabeleça uma rotina de trabalho

Essa é uma parte crucial para quem quer ganhar dinheiro em casa — o seu negócio não vai fluir se você não se dedicar e seguir um horário. Independente se for um ganho extra ou o inicio de um negócio, não opte por trabalhar de qualquer jeito.

Defina a carga horária que você vai trabalhar por dia, assim fica fácil dar conta de todas as suas obrigações e garantir que o seu negócio cresça.

Também é importante definir um local para trabalhar, mesmo que seja uma parte de um cômodo. Depois dessas definições, comunique às pessoas que moram com você para que respeitem esses horários e local.

Escolha um local para vender suas mercadorias

ganhando-dinheiro-linguiça-artesanal

Depois de verificar as demandas, você vai precisar escolher um local para vender as linguiças artesanais. A internet é uma excelente ferramenta para a venda de produtos, você pode criar sua própria loja virtual ou até mesmo usar as redes sociais para vendê-las.

Caso essa não seja um opção viável, você pode fornecer o seu produto para açougues, casas de carnes ou até supermercados.

Dicas para fabricar linguiça artesanal

Para fabricar linguiça artesanal é necessário alguns cuidados especiais, principalmente usando ingredientes e utensílios de qualidade. Também é importantíssimo manter a carne em temperatura baixa, assim não terá erro no produto.

Todo o procedimento merece muita atenção, seguindo o passo a passo sua linguiça artesanal vai ser um sucesso.

Viu como é possível ganhar dinheiro em casa? Trabalhar com o que se gosta é incrível, embora se tenham tarefas a serem cumpridas no dia a dia, não dá para chamar tudo de obrigação.

Além de todos os benefícios, a sua motivação no trabalho será muito maior do que qualquer outro emprego.

Gostou das nossas dicas de como ganhar dinheiro em casa? Aprenda também o passo a passo de como fazer linguiça artesanal.

Como calcular preço de venda da linguiça artesanal?

custo-linguiça-artesanal

Todo mundo que fabrica linguiça, principalmente as famosas linguiças artesanais deve se preocupar em saber como calcular o preço de venda de seu produto. Essa é uma etapa muito importante e que merece bastante cuidado, afinal o preço deve ser justo para que não espante os clientes e também para que o empreendimento não fique com prejuízo.

Com o preço ideal, o produto favorece a todos, inclusive faz o seu negócio se destacar entre os demais, já que o preço pode ser um diferencial competitivo.

Quer saber como calcular o preço de venda da linguiça que você fabrica? Continue a leitura!

O que é preço de venda de um produto?

Para resumir, preço de venda é o valor que a uma empresa cobrará pelo produto que ela produz, nesse caso a linguiça artesanal ou comum. Mas, se engana quem acha que só é preciso pensar em um preço e pronto.

Na verdade, o preço precisa ser calculado. E além disso, depois de definido é preciso verificar se é suficiente para cobrir todos os custos obtidos na produção da linguiça.

Calculando os custos, despesas e o lucro que se espera, você saberá o preço ideal para vendê-la. Para explicar melhor:

Custos

Um custo é quanto a sua empresa gasta para produzir o que será oferecido aos clientes.

Despesas

Uma despesa é quanto a sua empresa gasta para vender um serviço ou produto e, assim, gerar receitas.

Lucro

É o retorno que a sua empresa terá ao vender um produto ou serviço. O lucro é o dinheiro que irá financiar o crescimento do negócio.

Essa é uma das formas de definir o preço de venda de um produto. Em um primeiro momento, entender uma estrutura genérica é melhor do que procurar cálculos complexos. Você só precisa, é claro, identificar os custos, despesas e margem de lucro necessária para que seu negócio de vendas de linguiça artesanal seja viável.

Como calcular o preço de venda do seu produto?

Imagine que os custos com os ingredientes da linguiça mais o salário de um funcionário somem R$10,00; as despesas com impostos e despesas fixas proporcionais (água, luz, aluguel, etc.) somem R$ 5,00 e a margem de lucro definida seja de R$5,00 (ou 50% sobre os Custos). Nesse caso, o preço de venda da linguiça artesanal seria de R$ 20,00.

O valor final deve ser o suficiente para bancar todos os custos envolvidos na sua produção, as despesas com impostos, o pagamento dos funcionários e ainda garantir a margem de lucro que você definir.

linguica-artesanal-preço

Dica: Com o preço de venda definido, faça uma comparação entre o seu preço de venda e o preço cobrado pelos seus concorrentes. Isso irá mostrar se a sua empresa está dentro da competição no mercado e se é preciso baixar ou até mesmo aumentar sua margem de lucro.

Venda por um preço justo

Querer ganhar demais em cima de um produto não é nada sustentável para os negócios. Além disso, é importante pensar no quanto você ganhará vendendo em quantidade se o seu produto tiver um preço acessível para todos.

Com um preço muito alto, a quantidade de venda pode cair e sua empresa pode não obter o valor estimado. O importante é conseguir arcar com os custos no geral e ainda ter assim ter um lucro bom — e para isso não é necessário e nem justo cobrar a mais.

[BÔNUS] Planilha de formulação e cálculo de custo

Para te ajudar a descobrir o preço de venda da linguiça artesanal ou tradicional que você pretende vender, nossa  equipe preparou uma planilha de formulação, que irá te auxiliar a definir a quantidade de cada condimento e aditivos que deverão ser utilizados e também um cálculo de custo desses ingredientes e matéria-prima.

Faça o download, preencha com informações do seu negócio e use no dia a dia da sua fabricação.

[email-download download_id=”13561″ contact_form_id=”13563″]

Depois de somar esses pontos que citamos e verificar o preço da concorrência, se tornará muito mais fácil a definição do valor. Não se esqueça que a formação de preço de venda afetá positiva ou negativamente suas vendas e o desempenho da sua fabricação.

Agora que você já sabe como calcular preço de venda da linguiça artesanal, confira também nossas dicas para fabricar linguiças em casa!

Dicas de Gestão: o que você precisa saber para vender linguiças artesanais e ter lucro

dicas-gestao-fabricacao-linguiça-artesanalBoas dicas de gestão podem salvar o seu negócio antes mesmo que ele afunde, afinal, uma empresa sem gestão pode não ir muito longe.

São muitas responsabilidades a serem assumidas e isso conta bastante para o sucesso do negócio. Com base nisso, separamos 5 dicas para ajudar a gestão do seu empreendimento.

Embora pareça simples abrir um açougue ou iniciar a fabricação de linguiças artesanais, administrar todos os detalhes pode não ser a tarefa mais fácil do mundo.

Quer saber como ter uma boa gestão no seu negócio e garantir boas vendas? Continue lendo.

Dicas de gestão

Planejamento

Sem planejamento se torna bem mais difícil alcançar os objetivos de uma empresa. Além disso, a falta dessa prática é um dos principais motivos pela qual muitos negócios encerram suas atividades antes mesmo de se estabilizarem.

Portanto, é essencial fazer planos para o seu negócio e testá-los o quanto antes, desse modo não se perde muito tempo e evita prejuízo caso a ideia seja invalidada.

Todo planejamento precisa ser bem elaborado, para isso precisa-se de informações relativas.

Como a clientes, fornecedores, capacidade de prestar serviços, produzir, vender e outras. Não se esqueça que a próxima etapa será botar todo esse plano em prática.

Controle financeiro

Falando em dicas de gestão, não poderíamos deixar de falar sobre controle financeiro. Essa é uma das partes mais importantes e sensíveis em um empreendimento.

Sabendo lidar corretamente com as finanças, garante que você não se descabele quando precisar investir em materiais, pagar funcionários, etc.

gestao-açougue

Ter um plano de orçamento de pelo menos um ano é muito recomendado para empreendedores iniciantes. Em caso de aperto, a empresa terá um orçamento para investir no que for necessário.

Outro cuidado que se deve ter é para não misturar finanças pessoais com finanças da empresa. Cada uma delas deve ter seu próprio fundo, assim você saberá se está tendo ou não lucro.

Outra dica importante é anotar todas as despesas e vendas da empresa. Para isso você pode utilizar um sistema de gestão financeiro, uma planilha ou até o mesmo um caderno. O fundamental é ter tudo listado para que futuramente seja possível voltar e analisar a saúde financeira do negócio.

Cuide da gestão administrativa

Para cuidar da gestão administrativa é necessário muita responsabilidade, o sucesso da empresa depende disso. A contratação de um profissional da área pode ser de grande ajuda.

Nem todo empreendedor tem experiência em administração e isso não pode ser um empecilho para iniciar a fabricação de linguiças nem suas vendas.

Nesses casos, cursos de gestão rápidos oferecidos por instituições como o SEBRAE podem ser de grande ajuda. A falta de hábitos em gestão administrativa é um grande risco para seu negócio.

Formalize o seu negócio

De início, muitos empreendedores optam por não formalizar o seu negócio — alguns por medo e outros para fugirem de impostos.

Mas, essa é uma opção pouco viável. Apesar de evitar alguns gastos, você também evita que a sua empresa cresça e se de desenvolva. Além do que, existem modalidades de empresas como o MEI que é uma excelente modalidade para iniciar uma empresa e desenvolvê-la.

fazer-linguiça-artesanalDica de gestão bônus: conheça seus clientes

Conhecer seus clientes pode ajudar bastante a tomar iniciativas que os fidelizem, principalmente quando se trata dos produtos que você comercializa em sua loja.

Conhecendo mais a fundo as necessidades dos clientes, fica mais fácil oferecer os produtos que eles mais usam e fazer vendas casadas — aumentando o faturamento do seu negócio.

Além disso, as pessoas buscam facilidade hoje em dia. Dessa forma, se você vende linguiças artesanais para churrasco e tem também o carvão, é provável que o cliente prefira comprar com você, à procurar uma loja ou açougue que só venda um dos produtos.

Com todas essas dicas, o seu empreendimento vai seguir pelo caminho certo e garantir que os produtos sejam vendidos assim como se espera. Toda e qualquer empresa precisa desses cuidados na gestão e em um açougue não poderia ser diferente.

Assim como a gestão, pensar em como vender linguiça artesanal é fundamental.

Agora que você já conhece essas dicas de gestão, asssine nossa newsletter e receber mais conteúdos como este!

Como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal?

linguica-caseira

Saber como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal pode ajudar você a conquistar aquele sonho ou a ter maior segurança financeira.

Embora precise de muita dedicação para fazê-las, a linguiça artesanal é um produto muito valorizado nos açougues e pelos consumidores. Podemos até dizer que ela tem se tornado preferência na mesa de muitos brasileiros em relação à outros embutidos.

Se você já tem um negócio que envolva carnes ou pretende iniciar sua produção de linguiças caseiras, vale a pena ler esse artigo e entender melhor como a linguiça artesanal pode gerar lucro para o seu empreendimento. Continue a leitura e confira nossas dicas!

Motivos para trabalhar com linguiça artesanal

1. Produto de fácil aceitação no mercado brasileiro

Sabemos que o Brasil é o maior fornecedor de carne bovina do mundo e, além disso, estamos entre os quatro países que mais consomem carne. Uma vantagem e tanto, concorda?

E por que não se aproveitar disso? Afinal, a linguiça artesanal tem ganhado destaque entre as tradicionais, além do melhor sabor, seu modo de preparo é outro, envolvendo ingredientes diferentes e uma produção mais manual, o que conta bastante para os consumidores.

Embora tenham muitas pessoas entrando nesse mercado, você pode aproveitar essa oportunidade e fazer o mesmo, conquistando o seu espaço.

fazer-linguiça-artesanal

2. Venda com preço até 50% maior

Assim como a mudança do gosto e do preparo, o preço não poderia ser o mesmo das linguiças comuns. E essa é outra outra vantagem, já que com isso o preço aumenta em até 50% devido a valorização que os clientes remetem ao produto.

Outra boa notícia é que o aumento de preço não significa que o seu investimento será maior. Os equipamentos para fabricar linguiça, por exemplo, são os mesmos da produção tradicional.

A única coisa que muda é o investimento em ingredientes de qualidade para a elevação do seu produto, que automaticamente eleva o preço também.

3. Aumento da procura por alimentos gourmet

A procura por alimentos gourmet tem aumentado significativamente, o que tornou um ponto muito positivo para quem faz linguiça artesanal. A gastronomia no Brasil tem estado em evidência, principalmente com os programas de culinária como Master Chef, Bake off, Bela Cozinha, Cozinha prática com Rita Lobo, Cake Boss e outros tantos.

Até mesmo a procura por alimentos menos industrializados tem sido grande, mais um motivo para pensar em fazer linguiça para comercializar.

De fato, é preciso esforço e especialização, mas o retorno é extremamente satisfatório.

Como aumentar o lucro vendendo linguiça artesanal?

Para ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal, além de vender, é importante saber como otimizar o lucro das vendas.

Invista em ingredientes de qualidade

A venda de produtos que levam ingredientes de qualidade é ainda mais valorizada pelos clientes e potencializa o resultado do alimento, deixando-o mais saboroso e com uma aparência melhor.

Escolher bem as tripas para fabricar a linguiça pode ser um dos grandes segredos da sua fabricação. Por isso, sugiro a leitura do nosso artigo sobre os diferentes tipos de tripa para linguiça.

Invista na variedade dos sabores

Linguiçinha-artesanal-sabores

Não importa se você tem uma casa de carnes ou uma fábrica de linguiças, oferecer maior variedade de sabores agrega um valor ainda maior para os consumidores, afinal, eles querem inovar nas receitas com linguiça e provar novos sabores. Invista nisso e melhore suas vendas.

Procure por misturas que funcionem, faça linguiça com carne de cordeiro, carne de boi, de porco ou até mesmo de ervas, o importante é ter o produto para oferecer.

Viu como vender linguiça artesanal pode ser vantajoso? Agora você já sabe as opções que facilitam esse processo. Para conquistar seu espaço na produção de linguiças, não se esqueça de manter a qualidade do seu produto, assim o retorno é ainda mais satisfatório.

Gostou das nossas dicas de como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal? Confira também o passo a passo de como fazer linguiça artesanal/caseira.

Conheça os diferentes tipos de tripa para linguiça e não erre sua receita

tripas-naturaisÉ importante conhecer os vários tipos de tripa para linguiça para escolher a ideal para seu prato ou até mesmo para que você faça bom uso de todas elas. De fato, a linguiça é uma carne com um preço bem mais acessível para todos, além de saborosa e cheia de variedades.

Neste post citaremos os tipos de tripas naturais e artificiais, entrando um pouco mais a fundo sobre cada uma e mostrando alguns detalhes cruciais na hora da sua escolha, continue a leitura e aprenda sobre tripas para linguiça.

Tripas naturais

As tripas naturais são mais fáceis de digerir e ficam ainda mais saborosas quando passam pelo processo de defumação que, por sua vez, é mais eficiente do que nas tripas sintéticas, já que o sabor pode adentrar melhor na massa.

Sua composição é totalmente orgânica e feita com o próprio intestino do animal, ela vem limpa — sem nenhum aditivo químico — e pronta para o uso.

As tripas naturais, ainda, podem ser divididas em três categorias:

tripa-suina

Tripa Suína

Esse é o tipo de tripa mais recomendado para fazer linguiça toscana e mista, já que seu calibre é intermediário. A metragem de cada maço varia de 45 a 90m e pode abrigar cerca de 30 a 65 kg de recheio. O seus calibres podem ser de 28 à 38+mm. 

Tripa Ovina

Por ser mais fina, é recomendada para fazer linguiça com carne de frango ou de porco. Seu maior comprimento é 90m e abriga de 25 a 30kg de recheio. O seu calibre varia de 18 à 26mm. 

Tripa Bovina

São as tripas com o maior calibre, que variam de 37 a 50mm e geralmente são utilizadas para fazer linguiça calabresa, maria rosa e até alguns tipos de salames. Tendo ainda três subcategorias: tripa torta, de fundos e bexiga.

Tripas artificiais/sintéticas

O manuseio das tripas artificias é mais prático e fácil na hora da fabricação da linguiça, mas o seu corte é um pouco mais resistente do que as tripas naturais.

Existe mais de um tipo de composição para elas, seu preço é mais em conta, porém não são tão saborosas quanto as tripas naturais.

Seus tipos de tripa para linguiça são:

Tripa-colágeno

Tripa de colágeno

O colágeno usado para fazer a tripa é extraído do próprio animal, porém o seu corte é mais resistente que a tripa natural.

Tripa de celulose

As tripas de celulose são feitas com fibras de algodão e/ou invólucros de madeira processada. Depois de cozida, deve-se remover a tripa para ingerir a linguiça. É muito utilizada no preparo de alimentos veganos.

Tripa de plástico

Considerada a tripa de qualidade inferior, a tripa de plástico além de ser bem mais barata, não permite o processo de defumação, já que a água contida na linguiça não pode ser removida por completo.

Os tipos de tripa para linguiça são bem variados e isso é legal, pois abre um leque de possibilidades para preparar a sua receita.  Mas para uma boa escolha, é importante saber qual resultado final você está buscando.

As tripas naturais são as mais profissionais devido a sua qualidade, o que faz a linguiça ser de qualidade também, além de adquirir mais sabor e ser orgânica, facilitando a sua digestão.

Já as tripas sintéticas, não trazem o mesmo resultado que as de outra composição, mas isso não significa que elas sejam uma má opção. Tudo dependerá do que você espera. 

Gostou das nossas dicas sobre tipos de tripa para linguiça? Conheça também nosso artigo de como fazer linguiça caseira.