Confira as 4 principais tendências de alimentação para 2020

Ficar de olho nas inovações do setor em que atua é uma das funções de um bom empreendedor, e não pode ser diferente para quem trabalha no ramo de alimentos. Afinal, é preciso estar por dentro das principais tendências de alimentação para conseguir oferecer novidades aos clientes e manter um negócio lucrativo.

Falando em tendências, saiba que saúde e sustentabilidade são as palavras-chave para o setor alimentício em 2020. Vamos entender melhor como esses dois fatores se manifestarão no próximo ano? Continue lendo e confira as quatro principais apostas entre as novidades em alimentação.

1. Proteína vegana

Alvo de muitos estudos e testes, a proteína vegana é uma boa aposta para os próximos anos, tanto aqui no Brasil como em todo o mundo. Isso porque a demanda por substitutos vegetais à carne está cada vez maior, tendo em vista que o número de vegetarianos e veganos só cresce a cada ano.

A alternativa nada mais é do que hambúrguer com aparência e sabor semelhantes à carne, mas feito à base de vegetais. O produto tem ganhado bastante visibilidade em países como Alemanha, Canadá e, sobretudo, Estados Unidos, onde as vendas de proteína vegana cresceram 42% de 2016 a 2019. No Brasil, o cenário também é animador.

2. Alimentos orgânicos

A preocupação com a saúde também está em alta, e isso se reflete consideravelmente na procura por uma alimentação saudável. Portanto, como a qualidade dos alimentos aparece entre as prioridades, os orgânicos têm atraído cada vez mais pessoas.

Esses alimentos são produzidos de maneira sustentável e sem uso de pesticidas e agrotóxicos. Eles levam mais saúde para a mesa do consumidor, pois concentram mais nutrientes e vitaminas. Além disso, há uma grande variedade desses produtos, como os refrigerantes orgânicos, que são bebidas livres de substâncias nocivas à saúde.

3. Mandioca como opção para dietas sem glúten

A alergia alimentar atinge, no mundo, cerca de 2% dos adultos e 8% das crianças com até 2 anos — e acredita-se que a prevalência no Brasil seja parecida. Um dos principais causadores dessa condição é o glúten e, por isso, a busca por formas de fazer dietas sem esse composto de proteínas é uma das tendências de alimentação para 2020.

Uma vez que o glúten está presente em diversos alimentos, como pães, arroz e trigo, pode ser difícil evitá-lo. Mas a mandioca se mostra uma forte candidata para ajudar nessa adaptação, por ser uma excelente fonte de energia e rica em fibras e sais minerais. Assim, espera-se que essa raiz tuberosa seja mais requisitada pelos consumidores.

4. Farinhas de frutas e vegetais

As farinhas de trigo e de mandioca integram diversas receitas, mas não são as únicas opções. Há uma expectativa de aumento no consumo de farinhas de banana, maracujá, maçã, uva, coco e demais frutas ricas em antioxidantes e substâncias que previnem o câncer, ajudam no emagrecimento e aceleram o metabolismo.

Quem também promete fazer sucesso são as farinhas feitas com leguminosas e cereais, como aveia, berinjela, feijão-branco, cenoura, couve, entre outras opções abundantes em cálcio, ferro, potássio e vitaminas.

O desenvolvimento de novas tendências de alimentação é o que mantém o ramo cada vez mais ativo. Se você trabalha ou está cogitando iniciar uma carreira no setor, tenha em mente que incluir inovações no negócio precisa ser um hábito constante para atender às demandas e atrair mais clientes.

Gostou de conhecer as principais tendências de alimentação para 2020? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais pessoas saibam o que está por vir no ramo alimentício.

Tripa natural para linguiça: conheça as principais

Quem vende embutidos precisa trabalhar com produtos que ajudem a aumentar a qualidade dos alimentos. É o caso da tripa natural para linguiça, que faz o sabor penetrar mais rapidamente na massa se comparada às versões sintéticas, como as de colágeno ou plástico. Esse detalhe também facilita a “respiração” do recheio durante os processos de defumação, o que torna o preparo mais eficiente e com um sabor inigualável.

Apesar de todos esses diferenciais, tem gente que desconhece as tripas naturais mais utilizadas do momento e as suas principais indicações. Se você faz parte desse time, venha conosco e tire suas dúvidas para encontrar o melhor produto do mercado!

Os principais tipos de tripa natural para linguiça

As tripas naturais são produzidas a partir do intestino do animal. E não se preocupe: elas são higienizadas e toda a gordura é removida ao longo das etapas de produção. Elas também não apresentam aditivos químicos em suas composições (somente água e sal), o que deixa o produto mais saudável e com um sabor bastante apurado.

Mas afinal, quais os tipos de tripa natural para linguiça mais utilizados da atualidade? É o que mostramos a seguir.

Tripa suína

A tripa suína tem um calibre de tamanho mediano e, geralmente, é indicada para a produção de linguiças toscana ou mista. Já a metragem do maço pode variar de 45 m a 90 m, com a capacidade de abrigar até 65 kg de massa.

Tripa ovina

Por ter um calibre mais fino (entre 18 mm e 26 mm), a tripa ovina é uma excelente opção para quem deseja produzir linguiças de frango ou porco. Ao usá-la, é possível armazenar em torno de 25 kg de recheio, totalizando 90 m no maço.

Tripa bovina

As tripas bovinas são as que apresentam o calibre mais grosso, podendo chegar a 55 mm. Por esse detalhe, elas costumam ser usadas na produção de linguiça calabresa e até de algumas versões de salames. Além disso, vale ressaltar suas subcategorias:

  • tripa torta — calabresa, linguiças para fritar, salsichão lionês, chouriços ou salamitos;
  • tripa de fundos — salames caseiros, mortadelas, copa, linguiça de sangue;
  • tripa de bexiga — galantinas, mortadelas.

As vantagens de utilizar esse produto

A primeira vantagem de utilizar tripa natural para linguiça está na sua grande capacidade de “respiração” interna, permitindo que os processos de cocção e defumação deixem o alimento mais suculento e saboroso.

Outro ponto positivo é que a aparência do produto costuma ser mais atrativa, já que a tripa proporciona um aspecto macio e curvatura harmônica, principalmente, nas extremidades da peça. Juntos, esses elementos fazem com que a linguiça tenha uma textura ímpar e bem mais agradável na mordida.

Abaixo, listamos mais benefícios das tripas naturais:

  • facilitam a moldagem — permitem que a estrutura seja mais reta ou curva;
  • são mais elásticas — dão mais mobilidade do começo ao fim do preparo;
  • são mais permeáveis — facilitam a troca de oxigenação e de vapor com o meio ambiente;
  • são mais resistentes ao calor;
  • não interferem no sabor do recheio.

Viu só? Investir na tripa natural para linguiça é uma decisão que pode trazer inúmeros resultados positivos para a fabricação do seu produto. Quem experimenta uma vez, não quer saber de outra opção!

Portanto, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer os diferenciais que só a Zafe pode proporcionar. Será um prazer atender você!

Produtos Tramontina: quais as vantagens para quem está empreendendo?

Qual marca vem à sua mente quando você pensa em panelas e utensílios de qualidade? É bem provável que se lembre primeiro dos produtos Tramontina, não é mesmo? Isso se deve à credibilidade que a empresa conquistou ao longo dos anos.

Quem trabalha no setor alimentício precisa estabelecer critérios para adquirir bons utensílios para o seu negócio. Sendo assim, é importante conhecer as vantagens que os produtos Tramontina (considerados as melhores opções do mercado) oferecem para quem está empreendendo.

É o seu caso? Então confira os principais diferenciais dessa marca!

Vantagens dos produtos Tramontina

A Tramontina lidera o mercado e é uma marca tradicional nas casas dos brasileiros desde 1911. E não é à toa: seus produtos carregam qualidade e durabilidade, características imprescindíveis, principalmente, para empreendedores do ramo de alimentos. Entenda melhor logo abaixo!

Segurança

Os produtos da Tramontina apresentam uma qualidade ímpar. Ao preparar alimentos nas panelas inox, por exemplo, você tem a garantia de que eles não serão contaminados com algum tipo de resíduo liberado pelo material. Assim, a saúde dos consumidores também é preservada.

Há, ainda, a questão do manuseio dos utensílios. Empreendedores do setor de alimentos sabem que é necessário ter precisão e segurança na hora das preparações, e a Tramontina proporciona isso por meio da qualidade dos cabos de panelas, facas e demais utensílios. É que eles são reforçados e contam com um formato ergonômico, o que oferece muito mais segurança, conforto e equilíbrio.

Durabilidade

Um dos principais critérios que os empreendedores devem considerar ao adquirir utensílios é a durabilidade dos materiais. Afinal, produtos de qualidade inferior atrapalham suas finanças, já que você vai precisar comprar ferramentas mais vezes do que o esperado. Além disso, podem causar um estresse enorme porque há um risco maior de falharem bem no meio da produção.

Nesse sentido, os produtos Tramontina são destaque. A tecnologia envolvida na construção dos utensílios possibilita uma maior durabilidade e resistência para o uso diário — o que dá mais tranquilidade para trabalhar, uma vez que a troca de equipamentos não será uma preocupação constante.

Diversidade

Outro ponto a favor da Tramontina se refere à diversidade dos seus produtos. Seu mix é bastante amplo: panelas, frigideiras, coifas, espátulas, facas, talheres e muitos outros utensílios com a qualidade já conhecida da marca. Sendo assim, ela consegue atender a todas as necessidades de diversos perfis do ramo da alimentação.

É fundamental que você sempre busque maneiras de trazer o melhor para os clientes. Portanto, para conseguir trabalhar com tranquilidade, não abra mão de contar com ferramentas que ofereçam segurança, praticidade e, principalmente, resistência.

Ao investir nos produtos da Tramontina, você obtém todas essas vantagens. Como se não bastasse, há o bônus de serem peças profissionais e de ótimo acabamento, o que deixa seu ambiente de trabalho ainda mais bonito.

A marca também oferece linhas de itens diversificados e você pode encontrar boas opções na internet, diretamente do conforto do seu lar. Na Zafe, temos uma variedade de produtos Tramontina, além de outros de excelente qualidade.

Se você quer trazer a qualidade dos produtos Tramontina para o seu negócio, conheça agora mesmo as nossas opções e entre em contato conosco.

Tire agora suas maiores dúvidas sobre conservante para linguiça

Apesar de pouco falado, um dos fatores que mais pode fazer diferença na charcutaria é o uso de conservante para linguiça. Se você é fã desse tipo de alimento ou está investindo na produção profissional (em pequenas ou grandes quantidades), precisa ter atenção com esse ingrediente tão controverso.

Tal questionabilidade se deve ao fato dos conservantes serem utilizados em grande escala nas produções industriais, a fim de aumentar consideravelmente o tempo de vida dos alimentos. No entanto, o produto pode trazer males à saúde do consumidor, além de alterar o sabor e as caraterísticas da carne.

Será que o conservante para linguiça faz mal? Quais são os mais indicados? Como utilizar da forma correta? Tire as suas dúvidas agora mesmo e mantenha a sua produção livre de qualquer suspeita.

Conservantes são prejudiciais à saúde?

Antes de responder à questão, é fundamental dizer que os aditivos químicos são utilizados para a redução da oxidação do alimento. No caso das linguiças, eles ajudam a manter a cor da carne e evitam aquele sabor rançoso que você, certamente, já experimentou alguma vez na vida.

Eles também são responsáveis por acelerar o processo de cura quando interagem com o nitrito de sódio. O nitrito, inclusive, é o conservante responsável pelo tom rosado de grande parte dos alimentos provenientes do porco — como a linguiça, o presunto etc. É também o nitrito um dos mais polêmicos conservantes do mercado: além de estar vinculado a alguns tipos de câncer, ele reduz a libido.

Como utilizar conservante para linguiça?

Há alguns ingredientes naturais que podem funcionar muito bem como antioxidantes dos seus produtos, sem que ofereçam riscos à saúde dos consumidores. Algumas sugestões são extrato de alecrim e açúcares — como sacarose, dextrose, mel e lactose. Também é válido lembrar que existe uma grande parcela da população preocupada com uma alimentação mais saudável, que tem buscado produtos mais naturais.

O ácido ascórbico ou o eritorbato de sódio também podem ser bons aliados da sua produção, pois aceleram o processo de cura, caso você opte por utilizar o sal de cura. Uma medida indicada é de 0,01% de ácido ascórbico e 0,05% de eritorbato de sódio, para o peso da carne.

Se você usar sal de cura, é bom fazer uma pesquisa minuciosa sobre as quantidades máximas permitidas no Brasil, a fim de não ter problemas com a legislação vigente e com os consumidores.

Onde comprar conservante para linguiça?

Como vimos, o assunto pode gerar algumas polêmicas. Portanto, é imprescindível que você adquira todos os itens necessários para a sua produção artesanal com fornecedores de qualidade inquestionável — que além de garantir o melhor atendimento, certificarão a procedência de seus ingredientes.

A Zafe é uma empresa completa, que oferece desde o maquinário até os melhores ingredientes para produções de todos os tamanhos. E o melhor é que é possível fazer as suas compras por meio do site, com toda a segurança e comodidade. Conservante para linguiça, fixador, especiarias, tripas… Tudo o que a sua produção precisa, a Zafe tem — e garante os melhores preços e uma entrega agilizada!

Quer saber mais e começar a fazer as suas compras? Acesse o nosso site e fale com a nossa equipe!