Como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal?

linguica-caseira

Saber como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal pode ajudar você a conquistar aquele sonho ou a ter maior segurança financeira.

Embora precise de muita dedicação para fazê-las, a linguiça artesanal é um produto muito valorizado nos açougues e pelos consumidores. Podemos até dizer que ela tem se tornado preferência na mesa de muitos brasileiros em relação à outros embutidos.

Se você já tem um negócio que envolva carnes ou pretende iniciar sua produção de linguiças caseiras, vale a pena ler esse artigo e entender melhor como a linguiça artesanal pode gerar lucro para o seu empreendimento. Continue a leitura e confira nossas dicas!

Motivos para trabalhar com linguiça artesanal

1. Produto de fácil aceitação no mercado brasileiro

Sabemos que o Brasil é o maior fornecedor de carne bovina do mundo e, além disso, estamos entre os quatro países que mais consomem carne. Uma vantagem e tanto, concorda?

E por que não se aproveitar disso? Afinal, a linguiça artesanal tem ganhado destaque entre as tradicionais, além do melhor sabor, seu modo de preparo é outro, envolvendo ingredientes diferentes e uma produção mais manual, o que conta bastante para os consumidores.

Embora tenham muitas pessoas entrando nesse mercado, você pode aproveitar essa oportunidade e fazer o mesmo, conquistando o seu espaço.

fazer-linguiça-artesanal

2. Venda com preço até 50% maior

Assim como a mudança do gosto e do preparo, o preço não poderia ser o mesmo das linguiças comuns. E essa é outra outra vantagem, já que com isso o preço aumenta em até 50% devido a valorização que os clientes remetem ao produto.

Outra boa notícia é que o aumento de preço não significa que o seu investimento será maior. Os equipamentos para fabricar linguiça, por exemplo, são os mesmos da produção tradicional.

A única coisa que muda é o investimento em ingredientes de qualidade para a elevação do seu produto, que automaticamente eleva o preço também.

3. Aumento da procura por alimentos gourmet

A procura por alimentos gourmet tem aumentado significativamente, o que tornou um ponto muito positivo para quem faz linguiça artesanal. A gastronomia no Brasil tem estado em evidência, principalmente com os programas de culinária como Master Chef, Bake off, Bela Cozinha, Cozinha prática com Rita Lobo, Cake Boss e outros tantos.

Até mesmo a procura por alimentos menos industrializados tem sido grande, mais um motivo para pensar em fazer linguiça para comercializar.

De fato, é preciso esforço e especialização, mas o retorno é extremamente satisfatório.

Como aumentar o lucro vendendo linguiça artesanal?

Para ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal, além de vender, é importante saber como otimizar o lucro das vendas.

Invista em ingredientes de qualidade

A venda de produtos que levam ingredientes de qualidade é ainda mais valorizada pelos clientes e potencializa o resultado do alimento, deixando-o mais saboroso e com uma aparência melhor.

Escolher bem as tripas para fabricar a linguiça pode ser um dos grandes segredos da sua fabricação. Por isso, sugiro a leitura do nosso artigo sobre os diferentes tipos de tripa para linguiça.

Invista na variedade dos sabores

Linguiçinha-artesanal-sabores

Não importa se você tem uma casa de carnes ou uma fábrica de linguiças, oferecer maior variedade de sabores agrega um valor ainda maior para os consumidores, afinal, eles querem inovar nas receitas com linguiça e provar novos sabores. Invista nisso e melhore suas vendas.

Procure por misturas que funcionem, faça linguiça com carne de cordeiro, carne de boi, de porco ou até mesmo de ervas, o importante é ter o produto para oferecer.

Viu como vender linguiça artesanal pode ser vantajoso? Agora você já sabe as opções que facilitam esse processo. Para conquistar seu espaço na produção de linguiças, não se esqueça de manter a qualidade do seu produto, assim o retorno é ainda mais satisfatório.

Gostou das nossas dicas de como ganhar dinheiro vendendo linguiça artesanal? Confira também o passo a passo de como fazer linguiça artesanal/caseira.

Vitrine de açougue: aprenda como montar a sua!

vitrine-açougeAssim como toda vitrine, a vitrine de açougue tem como responsabilidade impactar de forma positiva os clientes que circulam no ambiente ou passam em frente à casa de carne.

Todo produto exposto nela deve ser pensado, pois eles podem atrair ou espantar clientes — e não queremos a segunda opção, não é mesmo? Dito isso, é indispensável o cuidado que se deve ter ao montar sua vitrine, afinal, o objetivo é aumentar as vendas, não diminuí-las.

E já que estatísticas mostram que uma vitrine bem elaborada influência em até 85% das vendas, por que não usar isso a seu favor?

Para saber como montar uma vitrine no seu açougue, continue a leitura e confira nossas dicas!

Por que investir em uma vitrine de açougue?

Todo mundo já passou pela experiência de levar um produto que o atraiu lá da vitrine, e de fato, uma vitrine bem elaborada chama muito a atenção de quem passa por perto, principalmente quando o assunto é alimentos.

Se você deseja abrir uma casa de carnes ou aumentar as vendas do açougue, está aí um ponto em que se deve investir.

Além disso, o jeito de organizá-la irá contribuir bastante também, afinal, uma vitrine é como o espelho que reflete ao cliente o produto que você tem para oferecer.

Como montar uma vitrine de açougue bem elaborada?

O primeiro fator que influencia diretamente em uma venda no açougue é a higiene. De nada adianta ter uma variedade incrível de carnes se a higiene estiver precária. Essa é uma recomendação obrigatória se você quiser ter melhores resultados.

Em seguida, verifique se as recomendações de refrigeração estão de acordo com o que a legislação pede — 0°C a 2°C em balcões abertos e 2°C e 4°C para os fechados —, isso passa credibilidade aos clientes e a carne fica com uma melhor consistência e aparência.

Ainda sobre as carnes, é importante ter  variedade à mostra. Assim o cliente visualiza melhor todas as opções. A vitrine deve ser atualizada sempre que necessário, inclusive nos finais de semana ou feriados, já que o brasileiro ama um churrasco em dias assim.

E outra coisa que os estudos dizem sobre as carnes é que sua cor característica, como por exemplo, o vermelho da carne bovina, influencia bastante na sua compra. Não é necessariamente o fator mais importante, mas é contribuinte para agradar ao cliente.

Aproveite a vitrine para expor produtos diferenciais como uma boa linguiça artesanal.

Por fim vem a organização. É importante mantê-la em ordem e não bagunçada, assim mostra o quão competentes são os açougueiros e facilita também o seu trabalho.

vitrine

O que NÃO devo fazer em uma vitrine de açougue?

Alguns açougues tem sua vitrine enfeitada com folhas de alface ou outros vegetais. Pode até ficar legal e chamativo, o problema é que o agrotóxico contido no alface pode comprometer a qualidade da carne e com o tempo ele murcha e tira o aspecto convidativo.

Outro erro comum é desligar a refrigeração das carnes durante a noite. A carne é um alimento perecível, desligar a vitrine do açougue vai influenciar diretamente na sua qualidade.

A vitrine de açougue é o ponto de partida para a experiência dos clientes. Priorize-a e ganhe a empatia de quem visita o seu estabelecimento.

Gostou das nossas dicas sobre como montar uma vitrine de açougue? Para receber mais conteúdos como esse, assine nossa newsletter.

Profissão Açougueiro: o que você precisa saber para ser um ótimo profissional

açougue-profissionalA profissão de açougueiro é muito ampla no mercado de trabalho e o espaço vem crescendo para aqueles que se qualificam. Anteriormente, muitos deles não se especializaram para exercer a profissão, mas o mercado não permite mais amadorismo.

Hoje, um açougue de sucesso precisa contar com bons profissionais para crescer e se destacar da concorrência. Se você quer se tornar um profissional qualificado para trabalhar em casas de carne, você veio ao lugar certo.

No post de hoje daremos dicas que irão te ajudar a ser um excelente açougueiro. Continue a leitura e confira!

O que faz um açougueiro?

Um açougueiro é o profissional que fica responsável por atender pedidos de carnes e oferecer um serviço bem feito, de acordo com a preferência dos clientes e com a máxima higiene possível.

Para um rendimento melhor das vendas é indispensável que o açougueiro tenha prática com as carnes e que seja atencioso também.

Características necessárias para ser um bom açougueiro

Um  bom açougueiro deve entender bem sobre a anatomia suína e bovina das carnes. Conhecendo as principais características de cada corte e sabendo a melhor forma de prepará-las, o profissional poderá orientar e ajudar seus clientes a escolher a melhor opção para suas necessidades.

Oferecer dicas e receitas pode ser ainda um diferencial para o seu negócio. Demonstrando conhecimento, os consumidores terão mais confiança no seu trabalho.

Falando em características não poderíamos deixar de citar que também é super importante:

  • ter boa visão;
  • ter as mãos firmes;
  • habilidade com facas e máquinas de corte;
  • ser paciente;
  • conseguir se concentrar facilmente;
  • obter capacidade de entender a todos os pedidos dos clientes.

É necessário ter uma formação para ser açougueiro?

cursoacougue

Na verdade, não existe uma formação necessária para se tornar açougueiro, mas existem cursos profissionalizantes que ajudam a lidar melhor com todas as responsabilidades que esse profissional carrega.

Esses cursos, normalmente, são de curta duração. Sua parte teórica envolve conceitos de corte, higiene, refrigeração, armazenamento e outros.

A parte prática é a hora de pôr a mão na massa. O aluno prepara a carne e aprende novas habilidades. Geralmente essa etapa é feita em parceria com frigoríficos.

Existem diversos cursos para açougueiros no mercado, mas é importante escolher um que seja de qualidade e recomendado por instituições conhecidas.

7 atividades principais de um açougueiro

  • fazer a separação da carne por categorias;
  • manter o ambiente de trabalho sempre limpo — caso não haja funcionário próprio para isso;
  • manter o uniforme limpo;
  • limpar a gordura da carne;
  • ser atencioso ao atender e cortar a carne na preferência do cliente;
  • embalar de forma adequadamente o pedido do consumidor;
  • manter a carne sempre em refrigeração adequada.

Atuação e especialidades

Existem diferentes locais em que um açougueiro pode trabalhar, como supermercado, casa de carnes/açougues, frigorífico, etc.

Nas casas de carnes e açougues, o açougueiro pode ser o proprietário, inclusive temos um post aqui no blog falando sobre como abrir uma casa de carnes.

Em supermercados existe uma seção de carnes onde o açougueiro exerce seu trabalho, porém nem todos tem acesso diretamente aos clientes — isso varia de mercado para mercado.

Nos frigoríficos, o profissional irá lidar com a carne fresca e prepará-la para que seja enviada para os demais locais que vendem carnes. O processo feito pelo açougueiro em um frigorífico é separar os variados tipos de carnes e fazer a primeira limpeza e inspeção dela.

açougueiro-profissionalMercado de trabalho

Como sabemos, o mercado de trabalho para o profissional que trabalha com alimentos no geral é bem amplo. Nesse ponto, aqueles que buscaram uma especialização se destacam.

Se especializando, o leque de opções se expande para supermercados, açougues, casa de carnes, frigorífico, churrascarias e restaurantes.

Com todas essas dicas você se tornará um excelente profissional e a chance de emprego também aumenta bastante. Essas pontos também são fundamentais para quem quer abrir sua própria casa de carnes, afinal, todo conhecimento é válido.

Gostou das nossas dicas para ser um excelente açougueiro? Se você tiver alguma dúvida sobre a profissão, deixe seu comentário que nossa equipe ajudará a esclarecer.